Links Recomendados de Julho

Finalmente chegamos na época de férias, então nada melhor do que se ocupar lendo um pouquinho, não é? (e sim, mudei ~um pouco~ o esquema da descrição dos links).

Steam Alerts – Site que você pode não só receber notificações via e-mail sempre que o preço de um jogo fica mais barato como também tem uma linha do tempo que mostra a diferença de preços desde 2011. Bem útil por sinal.

Nota de repúdio ao blog “Caixa de Gibis” e seu post “A derrota dos super-heróis”Heróis representam sim ideais, eles são forças motrizes com a capacidade de alertar as suas audiências sobre a morosidade daqueles que julgam estar nos alicerces da sociedade. Super-heróis nunca tiveram seu conceito enraizado na força conservadora, mas sim o contrário. A superação individual é uma negação do conformismo e cumplicidade que o seu tipo de sociedade idealizada prega.

Poderosas e invertebradasA pose preferida desses artistas é o que o Escher Girls chama de Boobs & Butt, o famoso combo duplo: mostra os dois seios ao mesmo tempo em que mostra as duas nádegas. As heroínas fazem essa pose com tanta naturalidade, que você só se dá conta do quanto essa pose é complicada quando ficar diante do espelho e tentar. Mas não recomendo: você pode sair com dores dessa experiência.

Por que a imagem da vagina provoca horror?Descobri que A origem do mundo causa escândalo desde que foi pintada. E agora quem está horrorizada sou eu, mas pela ausência de horror em mim diante do quadro. Por quê? Por que eu não sinto horror? O que há de errado comigo que não sinto horror?, cheguei a me perguntar.

Eu acredito em amizade verdadeira entre mulheresUm dos clichês mais repetidos por aí sobre as mulheres é que não existe amizade feminina, pois as mulheres são muito competitivas, fofoqueiras e invejosas (Curiosamente, muitas das pessoas que afirmam isso também dizem que não existe amizade entre homem e mulher heterossexuais. Então mulher só pode ser amiga de homossexuais e transgêneros?).

O outro lado do padrão“Você é magra (o) demais”, “Você é gorda (o) demais”, espera aí: o que vocês querem, afinal? O ponto é: ninguém tem que querer nada de você a não ser você mesmo. Mas parece que nossa sociedade não consegue viver sem um padrão e quem está fora dele é sempre alvo de comentários iguais a esses ou piores. Mas eu comecei a pensar sobre: sou magra demais em relação a quem? E a grande pergunta: por que eu tenho que me comparar a esse padrão imposto?

O que é a cultura de estuproSomos ensinados desde muito cedo a culpar a vítima – é isso que faz com que, diante de uma acusação de abuso sexual, tantas vezes a primeira pergunta feita à vítima seja “mas o que você estava vestindo?”.

As feministas é que são chatasTem gente que diz que, se uma mulher não quer transar com um cara que foi legal com ela, ela é uma vaca por deixá-lo na friendzone. Mas tem gente que também diz que se a mulher transa com quem quer, quando quer, ela é uma vadia. Há quem diga que o sexo desvaloriza a mulher, então ela precisa se “guardar”. Essas pessoas devem achar que buceta se desgasta com o uso. Mas as feministas é que são chatas.

Misoginia e linguagem cotidianaPense bem: Quais são os termos que utilizamos para xingar uma mulher? Vadia, puta, piranha, vagabunda, biscate e variantes são os mais comuns. Por que? Repare que todos os termos estão associados a sexualidade da mulher. Essa ainda é nossa maior ofensa. A associação da mulher como ser sexual com os possíveis erros que ela venha a cometer deixa claro que uma mulher sexualmente ativa e dona do próprio corpo representa socialmente algo negativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s