Nostalgia Feelings: Jogos antigos – Parte 2

O jogo só não era mais legal por não poder matar o cachorro.

Continuando com a lista os joguinhos de 8 bits, temos a seguir:

10) City Connection

Outro jogo que desconheço um final. Era esquisitão pela proposta (passar em todos os trilhos para passar de nível, além de usar latas de óleo [??] para derrubar outros carros), mas até que não era tão ruim. Dava raiva ao morrer encostando no gato rosa inflável (Mew, é você?) que aparecia do nada. Bem, a musiquinha era legal.

11) Road Fighter

Provavelmente o único jogo de corrida que eu tinha. Nunca entendi o lance do Superman voando numa hora, como aparece aí. Malditas pocinhas!
Esse eu não lembro se consegui chegar até ao final, só lembro até a fase da rua estreita.

12) Jewelry

Um jogo terrivelmente divertido. Eu penso nele como um Tetris muito mais legal e colorido. Era o tipo de jogo em que eu me orgulhava de passar por várias fases ao máximo (chutaria umas 20 ou 30) e, de quebra, descobrir que eu podia aumentar meu tempo para pensar em como encaixar as peças usando o pause. Também curtia a mudança de musiquinhas e cor do cenário, apesar de ser sempre o mesmo. Só alegria.

13) The Jetsons

Raiva, raiva, raiva, raiva. Sem mais.

14) WWF Attitude (ou WWF III, como diz no cartucho)
Ok, esse jogo era um dos mais bizarros que eu conhecia. Afinal, o único WWF que eu conhecia era esse aqui e esse é um jogo de… luta livre. Ou algo do tipo.

Infelizmente não achei nenhum vídeo que correspondesse à minha versão. Se não me falha a memória, o chão ficava atrás dos lutadores. Só. Não faço ideia de como era o logo ou os menus.

15) Golf

Eu sei que golf é uma atividade entediante a princípio e eu duvido muito que jogarei isso na vida real um dia. Em compensação, esse joguinho era divertido até, com suas opções de bastões (é assim que chama?) e lugares pra bola cair. Ou quase. E apesar de não entender absolutamente nada dos textos da tela, me virava bem mesmo assim.

16) Aladdin
A julgar pelos gameplays que vi por aí, me parece que eu tive falta de sorte com essa versão de Aladdin, pois a única coisa que eu lembro, era que você começava no tapete voador e tinha que ficar desviando de sei-lá-o-quê. Já as versões que eu assisti, é parecido com Prince of Persia. Pff

17) Formation-Z

Só lembro do quanto perdia miseravelmente nele. A maioria delas era provavelmente de quando você era forçado a voar e errava a combinação de botões pra isso, ou não tinha mais combustível pra ele. E a julgar pelo final totalmente sem graça (chegando a ser pior do que Contra), não perdi muita coisa.

18) Pocket Blue

Esse merece um destaque pelo seu nível de bizarrice. Eu nem acreditei que ia achar um vídeo dele de cara.
Basicamente, o cartucho tem um desenho de Pikachu e Bulbassauro juntos, mas ao abrir o jogo, você via o Blastoise com um… carro da Corrida Maluca. Sério, que raio de mistura é essa? E de quebra, seu personagem era um urso azul que pegava itens e matava bichos mais bizarros do que os de Mario. Lembro que todos os chefes eram carros da Corrida Maluca.
Apesar de toda a bizarrice dele, era um jogo bem divertido e suficientemente desafiador. Morrer não era muito difícil, mesmo. (Depois de pesquisar um pouco, descobri que era só um hack como tantos outros)

Ufa! Finalmente acabou os 8 bits! No próximo post, falarei de jogos antigos pra PC (caso alguém se interesse em ler).

Anúncios

Um comentário sobre “Nostalgia Feelings: Jogos antigos – Parte 2

  1. Pingback: Minha história como jogadora « Colchões do Pântano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s